O que é AVC?

O AVC (Acidente Vascular Cerebral) é popularmente conhecido como Derrame. Isto ocorre quando o suprimento sanguíneo é reduzido ou bloqueado, podendo haver a perda súbita da função neurológica, ocasionando lesões cerebrais que podem ser: pequenas, severas, temporárias ou permanentes. O AVC pode ocorrer a qualquer hora, durante qualquer atividade e até durante o sono.

acidente vascular cerebral

Quais são os tipos de AVC?

Existem 2:

AVC Isquêmico: É o mais comum. Ocorre quando um vaso que irriga o cérebro é bloqueado.

AVC Hemorrágico: Ocorre devido a ruptura de um vaso sanguíneo, causando sangramento dentro ou ao redor do cérebro.

O que é “Ameaça de Derrame”?

Ocorre quando um vaso é bloqueado por um período e depois o fluxo sanguíneo volta ao normal. Acontecendo isto o indivíduo perde a função neurológica e depois a recupera em menos de 24 horas (geralmente em minutos). Isso é um aviso de que algo está errado e este indivíduo deve fazer exames para descobrir a causa e tratá-la, antes que um AVC definitivo ocorra.

Fatores de Risco

O que fazer na suspeita de AVC?

Dirigir-se imediatamente a um serviço de emergência hospitalar.

Por que internar?

Para evitar as complicações, investigar o tipo e a causa do AVC e realizar a terapêutica apropriada.

Onde internar?

Em unidades especiais compostas por profissionais especializados, como a Unidade de AVC do HMSJ.

Trombolítico

Atualmente existe um medicamento, que se administrado em até 4,5 horas do início dos sintomas reduz o grau de invalidez nos pacientes com AVC do tipo Isquêmico.
Alguns serviços oferecem a trombectomia mecânica (retirada do coágulo) que está bloqueando a artéria através de cateterismo.
Porém, o ideal é que o tratamento inicie o mais breve possível. Cada minuto a menos representa mais cérebro (neurônios) salvo.

Sintomas de AVC

 

 

Quais sintomas indicam a ocorrência de um AVC?

Os sintomas descritos, abaixo, não ocorrem somente nos AVC´s, mas são um alerta!

 

Alteração do Movimento

Alteração do movimento e/ou da sensibilidade em uma parte do corpo.

 

Dor de Cabeça

Dor de cabeça intensa e súbita.

 

 

Alteração no Equilíbrio

Tontura, alteração no equilíbrio (andar como bêbado).

 

Dificuldade na Fala

Dificuldade para falar e/ou entender.

 

 

Alteração da Visão

Alteração da visão, como visão dupla e/ou dificuldade para enxergar.

 

Náuseas

Náusea/vômito, dificuldade para engolir e/ou perda da consciência (desmaio).

 

Como descobrir o tipo e a(s) causa(s)?

Isto será realizado através de vários exames que serão indicados pelo neurologista responsável de acordo com a necessidade de cada paciente.
Entre eles estão: exames de sangue, radiografias, eletrocardiograma, ecodoppler de carótidas, tomografia computadorizada de crânio, ecocardiograma, liquor, angiografia cerebral, doppler transcraniano, holter cardíaco.

O que ocorre após um AVC?

Além dos sintomas já apresentados, alguns pacientes poderão apresentar algumas sequelas como: dificuldade na sua capacidade de atenção, sensação térmica alterada, sensação de formigamento e estados depressivos também podem ocorrer.

A unidade de AVC adverte:

É muito importante descobrir a causa do AVC para se fazer o tratamento adequado e evitar que outro AVC ocorra.

Notícias

Últimas postagens

ABAVC presente na 13ª Conferência Municipal de Saúde de 2019

Representantes da ABAVC participaram como Delegadas nos dias 05 e 06 de abril da 13ª Conferência Municipal de Saúde que teve como tema “Democracia e Saúde: Saúde como Direito e Consolidação e Financiamento do SUS”. No evento, Luciane Beatriz Moreira de Camargo foi...

A Associação Brasil AVC promoveu o II Fórum do AVC

O 2° Fórum Regional do AVC foi realizado ontem 19 de outubro pela Associação Brasil AVC (ABAVC) no plenário da Câmara de Vereadores de Joinville. Foi direcionado aos gestores, profissionais da saúde e comunidade, para que estes possam ser disseminadores preventivos da...