Motivos para sorrir

Motivos para sorrir

Gisseli Fontes de Oliveira tinha apenas 32 anos quando sofreu um acidente vascular cerebral que mudou sua vida em 2008.

Ela ficou com o lado direito do corpo paralisado, assim como todos os músculos da face. Foi preciso muita luta para superar as complicações causadas pela doença. “Faz dois anos que voltei a sorrir”, comenta a joinvilense sobre as contrações que a impediam de estampar o belo sorriso no rosto.

Gisseli começou o tratamento na AACD, depois foi para a Adej, onde deu continuidade ao processo de reabilitação e entrou para um grupo de teatro. “O teatro me ajudou muito, aprendi a me comunicar melhor”, conta. Mas as limitações físicas ainda eram um grande obstáculo para ela.

No ano passado, ela conheceu a médica Carla Moro, da Clínica Neurológica e da unidade de AVC do Hospital São José, que a diagnosticou e recomendou o tratamento com a toxina botulínica.

As aplicações, feitas a cada quatro meses, combinadas à fisioterapia, devolveram parte do movimento do braço e da perna que foram afetados. “Agora consigo me vestir sozinha e até ajudo a limpar a casa, dentro dos meus limites, é claro”, conta Gisseli, que, junto com os movimentos, também está recuperando a autoestima: neste ano, foi eleita miss Adej na Festa da Solidariedade.

O próximo sonho é voltar a usar sapato de salto alto. “Ainda não dá, mas um dia eu chego lá”, garante.

fonte: ANoticia

Deixe uma resposta